7 dicas para criar conteúdo otimizado para celular

7 dicas para criar conteúdo otimizado para mobile

Marketing de Conteúdo Destaques
0 Shares

Há muito tempo ouvimos a importância de criar um site compatível com dispositivos móveis para aprimorar a experiência do usuário e melhorar seus esforços de SEO. Mesmo assim, muitas vezes pensamos em compatibilidade com dispositivos móveis em termos de garantir que suas páginas da web sejam redimensionadas apropriadamente quando visualizadas em um dispositivo móvel.

Ser compatível com dispositivos móveis vai além da capacidade de resposta em todos os dispositivos. Também se aplica à criação de conteúdo compatível com dispositivos móveis.

Para fornecer uma experiência ideal para seus clientes, os profissionais de marketing devem abordar a otimização para dispositivos móveis como um esforço abrangente – aquele em que o foco está na experiência geral que seus clientes terão ao visitar seu site.

Para ajudar a ampliar seus esforços de conteúdo móvel, destacamos nossas principais dicas para desenvolver conteúdo compatível com dispositivos móveis que envolva e converta os clientes.

1. Crie introduções fortes

Os telefones celulares são muito menores do que seus contrapontos de desktop.

Com menos imóveis disponíveis para transmitir sua mensagem, você deve considerar as informações iniciais que serão apresentadas a um visitante móvel.

Na maioria dos casos, um visitante móvel verá apenas alguns parágrafos no máximo antes de precisar rolar para baixo para obter mais informações. Isso deixa a introdução de qualquer página da web para transmitir suas informações mais atraentes para prender o leitor e deixá-lo querendo mais.

Os visitantes passam 3 minutos ou menos em um site, em média.

Elabore introduções fortes que evitem informações desnecessárias e cheguem ao ponto rapidamente. Compartilhe as informações mais relevantes relacionadas ao seu tópico primeiro para agregar valor imediato aos visitantes.

2. Divida o conteúdo em parágrafos curtos

Pode ser difícil chamar a atenção do leitor com parágrafos longos em uma área de trabalho. Isso se torna cada vez mais difícil em um telefone celular com uma tela menor.

Elimine a necessidade de rolar para consumir mais de seu conteúdo, seguindo a abordagem 1-2-3-4-5 de Jon Ziomek. Ziomek sugere que seus parágrafos contêm uma ideia, expressa em duas a três frases, ocupando no máximo quatro a cinco linhas na página.

Ziomek observa que, com seis linhas, seu parágrafo passa a ter mais de uma polegada de comprimento, o que é muito grosso para a maioria dos leitores. Ele também diz que isso é especialmente verdadeiro no desenvolvimento de conteúdo compatível com dispositivos móveis.

O “Yahoo! Guia de estilo ”sugere parágrafos ainda mais curtos, quando possível. Eles afirmam que duas a três frases costumam ser suficientes, e que os parágrafos podem ter uma ou duas ideias, no máximo.

3. Considere como um usuário consome conteúdo

A maneira como os usuários consomem conteúdo em um desktop difere de um dispositivo móvel. A pesquisa de rastreamento ocular mostra que os visitantes das páginas da web examinam sites e telas de telefones em vários padrões, todos os quais devem ser considerados ao desenvolver seu conteúdo.

Esses padrões incluem:

  • Padrão de ignorar: ignora as primeiras palavras da linha quando várias linhas de texto começam com a mesma palavra ou palavras.
  • Padrão de compromisso: lê todas as palavras da página da web, embora pesquisas mostrem que esse não é um padrão comum.
  • Padrão de bolo de camadas: verifica títulos e subtítulos e ignora o texto normal no meio.
  • Padrão de marcação: concentra-se em um lugar à medida que percorre a página. Isso é mais comum em dispositivos móveis do que em computadores.
  • Padrão pontilhado : ignora grandes blocos de texto e verifica algo específico. Isso pode significar procurar um link, uma frase de chamariz (CTA), uma imagem ou mais.

4. Ofereça um resumo ou destaques

A atenção dos usuários móveis costuma ser limitada. Eles preferem que as informações pertinentes sejam exibidas imediatamente.

Um método para fazer isso é oferecer um resumo antes do restante do seu conteúdo. Seu resumo deve destacar as principais conclusões do conteúdo que está por vir.

Ao escrever um resumo, você não está apenas fornecendo informações que os leitores procuram no topo da sua página da web, mas também destacando o conteúdo que pode gerar links e compartilhamentos sociais.

5. Elimine palavras desnecessárias

Quer esteja escrevendo conteúdo para desktop ou celular, é uma prática recomendada manter seu conteúdo simples e direto.

Na verdade, o plugin Yoast SEO aproveita a fórmula Flesch Reading Ease para determinar a legibilidade das postagens elaboradas na plataforma WordPress. A fórmula Flesch Reading Ease mede a legibilidade de um texto.

Para determinar a pontuação do texto, a fórmula analisa:

  • O comprimento médio de suas frases (medido pelo número de palavras).
  • O número médio de sílabas por palavra.

Este teste também pode ser aplicado para criar conteúdo compatível com dispositivos móveis.

Para espelhar uma classificação mais elevada no teste Flesch Reading Ease, certifique-se de levar o seguinte em consideração ao elaborar o conteúdo:

  • Reduza suas frases: evite frases muito longas, confusas e difíceis de processar.
  • Evite usar palavras difíceis: palavras com quatro ou mais sílabas são consideradas difíceis de compreender.
  • Remova modificadores e determinantes desnecessários: Elimine o conteúdo de “enchimento” ou “fluff”.
  • Não se repita: evite redundância – usando palavras ou frases semelhantes que descrevem o mesmo conceito.
  • Não forneça detalhes excessivos: não explique ou complique demais a mensagem que você está tentando transmitir.

6. Adicionar imagens / vídeos

Imagens ou vídeos dividem seu texto, tornando seu conteúdo mais facilmente digerível.

Adicione imagens de apoio em todo o seu conteúdo quando e onde aplicável. Isso não apenas adiciona separação entre o seu texto, mas adiciona um componente visual.

A pesquisa mostra que os recursos visuais são processados até 600 vezes mais rápido do que o texto, o que significa que você pode ajudar seus leitores a entender melhor o conteúdo por meio de recursos visuais em vez de apenas texto.

O vídeo também pode reforçar seu conteúdo. Na verdade, 54% dos consumidores queriam ver mais conteúdo de vídeo de uma empresa que apoiam.

Vídeos e imagens também oferecem mais oportunidades de aparecer em resultados de pesquisa avançados.

7. Mantenha seu título curto

Seu título é a primeira introdução do leitor ao conteúdo que está por vir. Ele também determina como o título da sua página da web aparecerá na pesquisa.

Há alguns anos, o Google aumentou o comprimento máximo da tag de título para celular para cerca de 78 caracteres. Os títulos móveis também podem aparecer em duas linhas.

Apesar desses dois fatores, os especialistas em pesquisa concordam que os títulos das páginas devem ser curtos e concisos e devem ser exibidos em uma linha nos resultados da pesquisa móvel.

Para fazer isso, mantenha os títulos curtos e agradáveis, com no máximo seis palavras ou cerca de 70 caracteres. Quanto mais curto for o título, menos os leitores terão de absorver e compreender.

Além disso, você deve apresentar sua palavra-chave de foco no início de seu título para melhorar sua classificação de pesquisa e descoberta.


Gostou deste conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais para ajudar outras pessoas, comente suas estratégias.

0 Shares
Bruno Aires
Profissional de Marketing Digital com 11 anos de experiência em SEO, técnico e planejamento estratégico, já atuou em diversas agências e empresas com nichos de atuação bastante diversificado de farmácia ao setor bancário. É fundador e mantenedor do portal MBN - Marketing de Busca e Notícias.
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments